CEDULA DE CREDITO RURAL : SENHORES PRODUTORES RURAIS E ADVOGADOS :

SOMOS ESPECIALIZADOS NA ELABORAÇÃO DE CÁLCULOS PARA

REVISÃO DE CONTRATOS DE FINANCIAMENTO

E ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM PERÍCIAS JUDICIAIS.

CLIQUE E FAÇA SUA PERGUNTA SOBRE REVISÃO FINANCEIRA DE JUROS E ENCARGOS DE FINANCIAMENTOS, CHEQUE ESPECIAL, LEASING E CONTRATOS EM GERAL.

L.S.A. SOLUÇÕES EMPRESARIAIS
Rua Padre Machado, 96 - a. 72 - SÃO PAULO - S.P.
FONE/FAX: (11) 5572-6013 - (11) 9-7550-9504 - (19) 7815-4156

e-mail : peritocontabil@live.com

SEJA BEM VINDO. CONSULTAS, ORÇAMENTOS E DÚVIDAS : DEIXE AQUI O SEU RECADO.

Crédito rural O que é:
O crédito rural é um financiamento destinado a produtores rurais e cooperativas ou associações de produtores rurais. Seu objetivo é estimular os investimentos e ajudar no custeio da produção e comercialização de produtos agropecuários.
Para conseguir o crédito, o tomador deve ser idôneo, apresentar um projeto, plano ou orçamento que justifique o valor pedido são também beneficiárias do crédito rural empresas agropecuárias de pesquisa ou produção de mudas, sementes e de sêmem para inseminação artificial, de prestação de serviços mecanizados e inseminação artificial e outras companhias com finalidade comercial no ramo da pesca, aqüicultura, medição de lavouras e atividades florestais.
Onde obter:
Nos bancos e cooperativas integrantes do Sistema Nacional de Crédito Rural. Prazos:
Variam conforme a fonte de recursos, a finalidade e o plano de produção apresentado. Juros e encargos:
Dependem das fonte de recursos que darão suporte ao financiamento. Para recursos controlados, relativos a aplicações obrigatórias dos bancos ao amparo da exigibilidade dos depósitos à vista, os juros estão fixados à taxa efetiva de juros de 6,75 % ao ano, de modo geral, sendo que se concedidos no âmbito do Pronaf podem variar de 1,0 % a 5,5% ao ano. Nas operações de crédito rural a alíquota de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) é zero.
Garantias:
Podem ser acertadas entre o financiado e o financiador, de acordo com a natureza e o prazo do crédito. As garantias podem ser o penhor (agrícola, pecuário ou mercantil); a alienação fiduciária; a hipoteca comum ou cedular; o aval ou fiança e outras que o Conselho Monetário Nacional (CMN) permitir.